Presidência e Vice-presidência

Os cargos de presidência e vice-presidência, de acordo com o Regimento Interno do CEPC-RJ, são ocupados por uma chapa eleita entre os conselheiros. Os cargos tem o mandato de um ano, tendo as gestões alternadas entre conselheiros do poder público e sociedade civil. Para a primeira gestão foram eleitos, no dia 27/09, na 2ª Reunião Ordinária do CEPC, presidente e vice-presidente do órgão.

PRESIDENTE - IVAN MACHADO

Ivan Machado - Presidente do CEPC (foto: Sec. Cultura de SJM)

Eleito pela sociedade civil como representante da Região da Baixada Fluminense para compor o CEPC, Ivan Machado é instrumentista e compositor, graduado em História, especialista em Arte-Educação e mestrando em Educação Profissional pela EPSJV/Fiocruz. Ex-presidente do Conselho Municipal de Cultura de Mesquita, contribuiu com a criação da secretaria Municipal de Cultura e o Sistema Municipal de Cultura daquele município.  Foi aluno de Paulo moura, e Darcy do Jongo na Escola de Música Villa-Lobos e de Sandrino Santoro na Escola de Música da UFRJ, onde estudou contrabaixo, integrando hoje a Orquestra Filarmônica da Baixada Fluminense. Produtor musical desde 1992, quando produziu com o ator Haroldo de Oliveira o musical "A Fábrica de Brinquedos" e em 2007 o espetáculo  "Duula, a Mulher Canibal", com a Cia de Jovens Griots.  Recebeu o prêmio de “Melhor Trilha Sonora” no Festival Nacional de Teatro de Caxias (2015), Com o musical infantil "A festa no Céu", da Cia. Teatral Cochicho na Coxia. Fundador e produtor do Sarau Caldo de Cultura (Mesquita-RJ).   



VICE-PRESIDENTE - GEISA KETTI



Geisa Kety - Vice-Presidente do CEPC

Sua origem é Madureira. Diretora da Federação de Blocos de Estado do Rio de Janeiro,  Bacharel em Jornalismo e técnica em espetáculos com produção de montagens de peças como “Morte e vida Severina”, “O pagador de Promessas”, Teu Nome é Mulher”, e marcantes rodas de samba no SESC de Madureira, sala Funarte, Teatro Rival e Centro Cultural Light, e territórios da cidade carioca, onde reside. A partir da Coordenação do “Ponto de cultura Zé Ketti de Capacitação musical”, ampliou seu olhar para a necessidade da construção de políticas culturais, e o samba que corre na veia – herança do pai, Zé Ketti – entrou na cadência dos estudos e dedicação para colaborar na ampliação e reconhecimento da Cultua Popular no Estado do Rio de janeiro e Brasil. Geisa Ketti é da Portela, foi vice-presidente cultural do Seguimento cultura Popular em eleição on line no CEPC. 








Nenhum comentário:

Postar um comentário